sexta-feira, 1 de julho de 2011

…Olá vida…


…O pior síndrome do ser humano....
                                     ...é não aproveitar essa bênção que é...
...viver…


Vida que me fazes poetizar,
Que me fazes descrever,
O que os meus olhos têm dificuldade em caracterizar,
Por isso me expresso no escrever.
Olá vida…
Vida de emoções descontroladas,
De sentimentos que se soltam das algemas da razão,
De almas sujas que são lavadas,
Outras permanecem sem remédio ou cura…vagueado em vão.
Olá vida…
Vida de toque subtil,
Que sopra e rasga as paginas à sua feição,
Que escreve de forma febril,
Tocando sempre no ponto mais fraco, o coração.
Olá vida…
Vida desenfreada e ingénua,
Desgovernada e impaciente,
Que nos liberta prendendo numa sela minha e tua,
Sem que possamos responder simplesmente.
Olá vida…
Vida onde nunca é tarde,
Em que as resoluções tardam, mas não dormem,
Em que as achas mesmo à chuva ardem,
E as cinzas nem o vento escondem.
Olá vida…
Vida que escorre como areia nas mãos,
Impossível tentar controlar,
Sabe sempre a sua direcção,
Podemos apenas o seu desfecho adiar.
Olá vida…
Vida de punhado justiceiro,
Punhado que age a cada momento,
Nem sempre é certo, mas é verdadeiro,
Nada a dizer…olá! vida é contigo que me encontro.

17 comentários:

  1. Que dizer de tão completo poema??
    Só concordando e dizendo: VIVER É BOM DEMAIS!\O/
    Beijos Moreira e tenhas um fim de semana de muita vida na sua vida.

    ResponderEliminar
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkk Moreira, o que dá sentido às frases são as vírgulas.
    Eu poucas vezes deixo a raiva "supitar" e desço dos saltos e engato um FODA-Se, ou MERDA... Bosta também dá um xingamento gostoso, embora feio.
    Mas como você disse, é questão de costume e mesmo influência de convívio. Eu tenho meus motivos pra nao falar, embora outros tenham pra soltar os calões baixíssimos.
    Cada um é um, enquanto você diz foda-se eu digo, dane-se e é a mesma coisa.
    E aposto que usas bem tuas vírgulas, pois é uma arte (risos)
    Beijokas

    ResponderEliminar
  3. como sempre maravilhoso !
    nunca mudas, esse teu dom de escrever maravilha-me !

    ResponderEliminar
  4. Exactamente, é uma coisa que não há uma definição e que cada pessoa lida com ela de forma diferente...

    ResponderEliminar
  5. Cada vez mais fantástico Hugo, parabéns.
    Tenho andado ausente mas já vim ver as tuas novidades :D
    Beijnho, Lua*

    ResponderEliminar
  6. É urgente aprender a viver.

    P.S- gostei muito da foto :)

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito! Está realmente fantástico (:

    ResponderEliminar
  8. vida que faz este poeta escrver,tão belos textos que temos prazer em ler,lindo,abraços.

    ResponderEliminar
  9. da mesmo que pensar.. pensa que so com tragedias damos valor ao que temos.
    como dizes e muito bem, fomos abençoados com a vida, seja boa ou ma, é uma benção, so temos de a saber viver da melhor maneira...

    ResponderEliminar
  10. Muito obrigada Hugo :D
    Beijinhos, Lua*

    ResponderEliminar
  11. Temos apenas uma vida e precisamos aprender a viver...


    "viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe. (O. Wilde)

    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  12. tão verdade... achamos que teremos sempre os "olhinhos abertos", quanto isso de um momento para o outro pode mudar.

    ResponderEliminar

Gostas-te? Não deixes de comentar e seguir :) Obrigado!