quinta-feira, 7 de outubro de 2010

…Veia imaginadora…



A veia que faz circular,
Todo o que me vai na alma,
Fá-lo constantemente sem parar,
Mas sempre com a necessária calma.

Tem um fluxo intermitente,
Por vezes sinto-me perdido,
Por muito que pense e tente,
Apenas sai o que é sentido.

Tudo é imaginado,
Tudo é sentido,
Tudo esta aliado,
Ao que é ou foi vivido.

A sua pulsação varia,
É deverás oscilante,
Mas sem ela não escreveria,
Nem uma linha em nenhum instante.

Outrora nada escrevia,
Se calhar porque nunca tentei,
Guardava para mim, explodia,
Agora, ainda bem que experimentei.

Um atalho para o coração,
Ele que se expressa de varias maneiras,
Eu encontrei esta, outras encontrarão,
As palavras são boas conselheiras.

15 comentários:

  1. acho que já não escrevo , mas sim rasgo.

    ResponderEliminar
  2. Vc escreve de lá ,eu rabisco daqui ,com certeza alguma palavra tem que sair.veia imaginadora,veia poética,lindo.Lindo...

    ResponderEliminar
  3. sabe que nem sempre e desse modo ..

    ResponderEliminar
  4. Que isto poeta? assim vc me deicha sem graça,rsrs,acho melhor eu parar de rabiscar.Sabe que eu te conçidero um grande poeta.

    ResponderEliminar
  5. quando dizer isso sorrirei com certeza (; Obrigada . Posso ainda ter poucos anos mas acho que já aprendi licçções sufcientes que me fizeram distinguir os sonhos da realidade, ando sempre com os pés na terra . Tento aproveitar tudo da melhor forma possível

    ResponderEliminar
  6. Moreira,com certeza vc é um grande poeta,tem um talento admirável.escreve com a alma,coloca sentimentos em forma de poemas ,isto é simplismente divino.Acho que vc ainda não se conçientisou do tamanho de seu potençial.Estou sendo sinçera,poucos poetas expreçam como vc,meus parabéns,as veses fico sempalavras pra comentar em seu blog.

    ResponderEliminar
  7. mais um poema unicamente belooooooooooo!

    adorei... tu tens um talento inconfundivel... parabens :)

    ResponderEliminar
  8. Sim, tens toda a razão.
    Mas nesta situação é uma ansiedade "boa" :$
    Mas ao mesmo tempo parece que queremos passar o tempo muito rápido para que o momento chegue.

    ResponderEliminar
  9. Obrigada =) Pelas palavras.
    Revejo-me sempre nas tuas*

    ResponderEliminar
  10. Moreira... Querido!

    Saudade daqui...

    "Um atalho para o coração..." as veias da escrita nos conduzem a esses atalhos..."

    Beijo-te nessa noite linda de poesia!
    Sil
    Sempre aqui

    ResponderEliminar

Gostas-te? Não deixes de comentar e seguir :) Obrigado!